Gislaine Mathias | Jaguariúna

O amistoso entre Jaguariúna Futebol Clube e a equipe sub 23 do Santos marcou a reabertura do Estádio Municipal Alfredo Chiavegato e a apresentação do time profissional que representará a cidade no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O jogo teve um público de cerca de 1,3 mil pessoas e arrecadou em torno de uma tonelada de alimentos que foram entregues para o Fundo Social de Solidariedade de Jaguariúna. Os alimentos serão distribuídos entre as entidades que atuam no auxílio as crianças, jovens e idosos, que são cadastrados junto ao Fundo Social. O time jaguariunense acabou perdendo pelo placar de 3 a 1.

Reabertura 1562

O secretário de Juventude, Esportes e Lazer, Rafael Blanco disse que foi um dia especial para Jaguariúna com a reabertura do estádio. “Tivemos um trabalho duro nos três meses para adequar o estádio e ter a liberação do Bombeiro, da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária. Hoje é um dia festivo com a presença de alguns ex-jogadores. Esse estádio é para a população e vamos criar alternativas e atrativos, como a realização das finais do Amador”, destacou o secretário.

O prefeito Gustavo Reis disse que foi positivo reabrir o estádio para a população com um jogo envolvendo o primeiro time de futebol profissional na história da cidade. “É um marco histórico, principalmente, por ser um jogo contra uma grande equipe, como o Santos Futebol Clube. A participação do time na segunda divisão do Paulista trará mais lazer, entretenimento e oportunidades para os filhos de Jaguariúna que desejam ser atletas profissionais. Sempre vou motivar e estimular o futebol, e não podemos ter espaço parado na cidade”, salientou o prefeito.

O ex-jogador e diretor do Jaguariúna, Paulinho Paraná disse que a cidade vai colher bons frutos com essa equipe e para isso, vem sendo montado um time competitivo para o Campeonato Paulista.